quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Lá fora a chuva cai

Lá fora a chuva cai
Os Travessos


Hoje um casal
Me fez lembrar nos dois
Daquele tempo bom
Tempo do nosso amor


Eu e você no mesmo coração
Não paro de pensar na nossa canção


Lá fora a chuva cai
Não vejo mais o teu olhar
Já não aguento mais
Ficar sem te ver


Vou te procurar aonde for
E acabar de vez com essa dor
No fim do arco-iris vai estar
Toda a paz do nosso amor


Hoje um casal
Me fez lembrar nos dois
Daquele tempo bom
Tempo do nosso amor


Lá fora a chuva cai
Não vejo mais o teu olhar
Já não aguento mais
Ficar sem te ver


Vou te procurar aonde for
E acabar de vez com essa dor
No fim do arco-iris vai estar
Toda a paz do nosso amor



terça-feira, 15 de setembro de 2009

Amor - Poesia

AMOR
Quand la mort est si belle,
Il est doux de mourir.
V. HUGO
Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!
Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!
Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração...
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

\lira dos vinte anos - Álvares de Azevedo

Te amo
Pablo Neruda

Não te amo como se fosses
rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que
propagam o fogo:

Te amo como se amam
certas coisas obscuras,
secretamente, entre a
sombra e a alma.

Te amo como a planta
que não floresce e leva
dentro de si, oculta, a luz
daquelas flores,
e graças a teu amor vive
escuro em meu corpo
o apertado aroma que
ascendeu da terra.

Te amo sem saber como,
nem quando, nem onde,
te amo diretamente sem
problemas nem orgulho:
assim te amo porque não
sei amar de outra maneira,
senão assim deste modo em
que não sou nem és,
tão perto que tua mão
sobre meu peito é minha,
tão perto que se fecham
seus olhos com meu sonho.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

À noite

Revista Eutomia Ano I – Nº 01 (50-50)

À Noite

Percy Bysshe Shelley

Tradução de Paulo Henriques Britto

I

'Spectro da Noite, célere atravessa

Os mares do Ocidente!

Das brumosas grutas do Oriente vem depressa,

De onde, enquanto o dia refulgente

Se alonga em solidão, tu teces sonhos

Os mais benévolos e os mais medonhos

– Vem, ó Noite envolvente!

II

Esconde teu vulto em manto sem cor,

Teus astros benfazejos!

Venda os olhos do Dia com o negror

De teu cabelo, e exaure-o com teus beijos,

Depois toca a cidade, e a terra, e o mar,

Com teu condão de ópio, a apaziguar —

Noite de meus desejos!

III

Quando acordei e vi o amanhecer,

Eu suspirei por ti;

E quando vi o orvalho esvanecer,

O sol pesar sobre o mundo, e senti

Que o Dia demorava-se, cansado,

Tal qual um hóspede indesejado,

Eu suspirei por ti.

IV

Veio tua irmã, a Morte, e perguntou:

Tu me chamaste aqui?

Teu doce filho, o Sono, se achegou,

E entre suaves murmúrios ouvi:

Queres que me acomode ao lado teu?

Chamaste-me aqui? — Respondi-lhe eu:

Não, não chamei a ti!

 

V

A Morte? Só quando houveres morrido,

Em breve, ah, em breve –

O Sono? Quando tiveres partido.

Que não me venha o Sono, nem me leve

A Morte, e sim tu, Noite, ó bem-amada

– Vem súbita, vem célere, alada;

Teu vôo seja breve!

----------------------------------------------------------------------------------

Eu gostei desse poema porque todo bom poema, para mim, traz um sentimento de dor e sofrimento, um acalento, algo que se identifica com a minha dor... não que eu sinta dor, sofrimento ou tristeza ao ler um poema, mas o que quero dizer na verdade que a poesia fala à minha alma, entende meus sentimentos... é algo incrívelmente fantástico.

Obrigada Deus por ser um Deus poeta, obrigada por ter criado a poesia, obrigada por ter colocado esse dom em algumas poucas pessoas, mesmo que algumas dessas pessoas sejam ateus, como o Shelley, e não reconhecem a ti como um Deus Supremo... fazer o quê né?

 

Quinta feira, 03 de setembro de 2009.

Julis

 

Animacoes GRATUITAS para seu e-mail – do IncrediMail! Clique aqui!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Largue essa televisão e vá ler um livro !!!!

 
 
 
Animacoes GRATUITAS para seu e-mail – do IncrediMail! Clique aqui!

Deus fará você atravessar

"O Deus de toda consolação." 2 Coríntios 1:3 NVI

Deus pode fazer você atravessar situações às quais você acha que
não sobreviverá, ou nas quais pensa que ficará preso para sempre. Ele
pode fazer você se sentir confortável nos lugares mais
desconfortáveis, e lhe dar paz em meio ao trauma. Antes que sua vida
termine, você viverá, amará e passará por perdas. Perder algumas
coisas na verdade o ajudará a apreciar aquilo que ainda tem. É o gosto
do fracasso que torna o sucesso doce. Você viverá cada dia sem saber o
que o amanhã trará, mas confiante de que Deus já planejou o seu
amanhã. Ele não está nas mãos do seu patrão, do banqueiro, do seu
cônjuge, ou de qualquer outra pessoa. Nem está nas suas próprias mãos
para que você possa manipulá-lo e controlá-lo. Não, o seu amanhã está
nas mãos de Deus.

Só porque você não reconhece o caminho por onde está andando, não
significa que Deus não está conduzindo você. Ele promete: "Eu os
conduzirei por caminhos que eles não conheceram. Transformarei as
trevas em luz diante deles, e tornarei retos os lugares acidentados.
Essas são as coisas que farei por eles; não os abandonarei" (Isaías
42:16 NKJV). Portanto, busque conhecer a Deus – você vai precisar
Dele. E Ele estará disponível para você. Ele estará presente quando
todos e tudo o mais falhar com você. Ele estará presente nos lugares
escuros. "O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela
manhã" (Salmo 30:5 NKJV). Por mais longa que seja a noite, a manhã
sempre vem, e com a alegria Dele. Quando você olhar para trás,
perceberá que a Sua graça o protegeu, cuidou de você, protegeu você,
acalmou você, consolou você, e o fez atravessar. Os tempos e as
estações mudam, mas Deus não. Ele é sempre "o Deus de toda
consolação".
A Palavra Para Hoje-UCB/Brasil


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Mensagem

Essa mensagem deve rodar o mundo e ser compreendido por todos...
assim não haverá mais casamentos infelizes...  
 
VERSÍCULO:
 O amor… não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a  verdade;
 -- 1 Coríntios 13:6
 
PENSAMENTO:
 Amor tem suas alegrias. Uma delas é no que é autêntico, genuíno  e verdadeiro - VERDADE! Então, como discípulos de Jesus, nós não somos enganadores, manipuladores, nem coagimos nos nossos  relacionamentos. Nós somos transparentes, íntimos e honestos. Por  que? Porque o verdadeiro amor regozija-se com a verdade
 
ORAÇÃO:
 Ó SENHOR, Deus de amor e verdade, à medida em que o Senhor derrama seu amor no meu coração através do seu Santo Espírito, por  favor, refine meu amor, para que seja genuíno e verdadeiro, sem  culpa, manipulação e engano. No nome de Jesus eu oro. Amém.
 
 
Animacoes GRATUITAS para seu e-mail – do IncrediMail! Clique aqui!

sexta-feira, 31 de julho de 2009

C.S Lewis e a imaginação

*TODAS AS FRASES EM ITALICO FORAM RETIRADAS DO LIVRO O IMAGINÁRIO EM AS CRÔNICAS DE NÁRNIA.*

"O leitor interessado na obra de C.S Lewis vai deparar com discussões que o conduzirão a um enfrentamento intelectual."

Essas são palavras do Mestre e Doutor em Lingüística João Batista Costa Gonçalves no prefácio do livro "O imaginário em as Crônicas de Nárnia" do Pastor Professor Advogado e Mestre em Direito Público Glauco Barreira Magalhães Filho.

Ler C.S Lewis é uma aventura, é um convite a abrir a mente. Verdadeiramente nada fácil, mas é um desafio que eu digo sim !

C.S Lewis foi poeta, filósofo, apologista cristão, escritor, professor e crítico literário. Embora polígrafo – escreveu sobre filosofia, poesia, crítica literária, literatura fantástica e ficção científica –, foi sua produção no campo da literatura fantástica que mais ganhou destaque. Através de figuras tradicionais dos contos infantis, o evangelho pode ser apresentado às crianças.

Utilizando-se de imagens oriundas da mitologia grega e nórdica, e dos contos de fadas, Lewis sempre procurou transmitir os valores cristãos em seus escritos. Foi grandemente influenciado pelas obras de George MacDonald, que escreveu sobre a importância da fantasia, e G.K Chesterton, que destacou a influencia moral positiva dos contos de fadas. Tanto MacDonald como Chesterton sempre professaram a fé em suas obras.

Lewis foi ainda amigo pessoal de J.R.R Tolkien, autor da conhecida obra O senhor dos aneis, adaptada também para o cinema. Tolkien pertencia aos Inklings, um grupo de catedráticos que discutia filosofia, literatura e mitologia, ao qual Lewis também se associou, em 1939.

O Pastor Glauco conta na introdução do livro algo que se Lewis estivesse vivo, certamente diria: missão cumprida. O Pastor conta que quando assistiu ao desenho O leão, a feiticeira e o guarda-roupa , ainda não era cristão mas a mensagem cristã subliminar contida no desenho entrou no inconsciente e passou a integrar o conjunto de fatores implícitos que contribuíram para conduzi-lo a Cristo. Isso é sem dúvida um acontecimento maravilhoso!

A seguir pretendo elaborar uma síntese das ideias contidas no livro do Pastor Glauco, mas especificamente nas palavras que compõem apenas a introdução.

A ciência tenta explicar a fé, muitos levantam argumentos contra o cristianismo, procuram refutar as doutrinas cristãs com argumentos que presumem ser racionais, mas a realidade é que as necessidades mais profundas do ser humano não podem ser traduzidas em linguagem científica. As respostas que estão ao alcance da razão não são satisfatórias. A Bíblia traz promessas que devem ser recebidas por fé. Elas falam de um suprimento espiritual que só pode ser comunicado por figuras e metáforas, ou seja, pela transposição o sentido literal de uma palavra para o sentido figurado.

A imaginação faz parte do homem, muitas pessoas tomam decisões com base em pensamentos como: imagine só se tal coisa acontecesse... ou, estava imaginando como seria a minha vida se eu tivesse feito tal coisa... e assim por diante. O ser humano é um ser imaginativo e por isso que dentro das igrejas a pregação precisa ser acompanhada mais pela imaginação do ouvinte do que pela razão. Cresceríamos muito, penso eu, se os pregadores entendessem que pregar o evangelho envolve também a tentativa de despertar a criança adormecida em cada pessoa. Podemos nesse sentido lembrar-se da passagem de Mateus 18.3: "e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus" e também Lucas 18.17 "Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como criança, de modo algum entrará nele."

O Pastor Glauco trás em seu livro uma fala interessantíssima de Lewis: "O homem imaginativo em mim é mais velho, mais continuamente ativo e, nesse sentido, mais fundamental que qualquer um dos outros, o religioso e o crítico. [...]. Também é claro que foi ele quem me levou, nos últimos anos, a escrever a série de contos narnianos, destinados às crianças; não porque eu estivesse preocupado com o que elas queriam ouvir, ou que me comprometeria a fazer adaptações [...], mas porque o conto de fadas foi o melhor gênero literário que encontrei para expressar o que pretendia dizer".[i]

Sou suspeita para afirmar qualquer coisa a respeito da grande maravilha que é ter C.S. Lewis e toda a sua obra ao meu lado, ao lado de Jesus. Sinto-me privilegiada por isso, e muito grata a Deus. A forma que as Crônicas de Nárnia foram tomando ao momento que foram sendo escritas, revela, pelo menos a mim, a grandiosa mente de Deus. Deus é um ser extremamente criativo, Jesus era um contador de histórias e ter isso a nosso favor é ter a oportunidade de navegar os mares da imaginação.

Sendo assim, para finalizar esse minúsculo texto, o primeiro de alguns que viram se Deus quiser e eu me esforçar, uso novamente as palavras do Pastor Glauco: Devemos, pois, cingir os lombos com a verdade. Na Bíblia a palavra lombo simboliza fertilidade e, nessa citação, ela remete à fertilidade da mente. Deus não condena, portanto, a imaginação criativa no campo religioso, afinal ela consiste num dos traços da imagem e semelhança que temos com aquele que fez o céu e a terra. [...]. O importante é que nossa imaginação esteja cingida com a verdade, isto é, comprometida com o evangelho. [...]. A imaginação é, portanto, uma faculdade que faz parte do tudo que há em nós que deve glorificar e bendizer ao Senhor.

Com prazer,

Julie F. de Pádua

17.07.09 – 17h52


[i] W. HOOPER, Letters of C.S. Lewis, p. 444.

Animacoes GRATUITAS para seu e-mail – do IncrediMail! Clique aqui!

terça-feira, 28 de julho de 2009

Onde estão fixados os teus olhos

 
 
Segue aí para quem quiser receber uma palavra!
esse texto recebi em 27 de março de 2006 !! e estava arquivado no meu e-mail. Resgatei ele para nos abençoar !!
Abraços
Julie de Pádua
 
 
----- Original Message -----
Sent: Saturday, May 27, 2006 10:11 AM
Subject: Onde estão fixados os teus olhos

Onde estão fixados os teus olhos

"Se os teus olhos forem bons, teu corpo terá luz..."

Muitas vezes as circunstâncias deste mundo nos levam a pensar que somos fracos e incapazes. Então enchemos o nosso coração de tristeza e desânimo, o que nos faz acomodar e sofrer muito. As conseqüências são as mais diversas, pessoas sofrendo de depressão, decepcionadas com a vida e com todos, fracassadas na vida profissional, ministerial e sentimental. Mas, pior é quando essas pessoas se afastam dos caminhos do Senhor.Este é um problema real na vida de muitos cristãos.Quantas pessoas já viveram a plenitude dos caminhos do Senhor e se desviaram por se mostrarem fracas nos momentos de adversidade? 

Como podemos então, enfrentar as dificuldades do dia a dia sem perder a visão e a esperança? 
1 - Devemos nos perguntar: Aonde estão fixados os meus olhos? 

Os olhos do homem devem estar focados em Deus, o único que pode resolver qualquer situação. Vejo muitas pessoas olhando somente para as circunstâncias, onde está Deus? Ficam de um lado para o outro dizendo: O que vou fazer para resolver, isso? O que vou fazer para pagar aquela dívida? Ainda enfermos, murmuram: Quando vou sair dessa cama? Ou então, Por que nada de bom acontece em minha vida? 

O erro de muitos é pensar que Deus abandona seus filhos. O Senhor não nos deixa, é preciso ter a compreensão que somos nós que nos afastamos do Senhor a partir do momento em que não nos dispomos a viver segundo o coração do Pai e pecamos. 

Em I Pe 3:12 está escrito: "Porque os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas, mas o rosto do Senhor está contra aqueles que praticam males", Deus é Pai e nunca falhará, devemos descansar nele e esperar que seja cumprida a vontade dele que é perfeita. 
2 - Devemos orar e vigiar.
As pessoas precisam ter uma vida de oração mais intensa. Vejo muitos crentes reclamando da vida, mas muitos deles não oram como deveriam. Precisamos compreender que muitas coisas poderiam ser evitadas se orássemos mais. Quando falo de oração quero expressar qualidade, não adianta orar por horas a finco se não oramos com o coração quebrantado, comprometido no arrependimento e na verdade. Jesus nos fala em Lc 11: 9-10: "Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos á; buscai, e achareis; batei, e abri-se-vos á. Pois todo aquele que o pede recebe; o que busca encontra e a quem bate, abri-se-lhe-á". O Senhor está sempre disposto a nos ouvir e abençoar. 

Vigiar também é importante, devemos estar sempre atentos ao nosso redor para não sermos iludidos e enganados pelas armadilhas do inimigo. Os nossos olhos e ouvidos têm de estar sensíveis ao chamado do Senhor, para que possamos ver e ouvir a instrução que Ele tem para nós. A passagem de Lc 11:35 diz: "Repara, pois, que a luz que há em ti não sejam trevas". Irmãos vigiem para que continuemos a andar no caminho reto. 
3 - Outra dica é ter fé e perseverar.
A fé é algo extremamente importante para andarmos com o Senhor. No livro de Hebreus fala que "de fato, sem fé é impossível agradar a Deus"(Hb 11:6). A Igreja de Cristo precisa ter fé, pois é ela que vai nos dar a convicção das coisas que não vemos. Homens como Abraão, Noé, Enoque e Moisés, por exemplo, foram vitoriosos por que tiveram fé e perseveraram na obra do Senhor. Isso é totalmente acessível a nós. Deus também nos sustentará como fez com esses importantes homens. "Não abandoneis, portanto, a vossa confiança, ela tem grande galardão", (Hb10:35). "Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma", (Hb 10:37-38). Irmão tenha fé e persevere, pois, não precisamos ver e sim crer, porque Deus é poderoso e fiel para fazer muito mais além do que pedimos ou pensamos. 
4 - Temos que ler a Bíblia.
O crente perde muito por não conhecer bem a palavra de Deus. Devemos orar e meditar na palavra do Senhor, pois ela é a própria voz de Deus nos ensinando como caminhar. Ela nos sustenta em situações adversas, lembro-me de muitos momentos difíceis que passei, mas quando recorria à palavra Deus a usava para trazer discernimento e sabedoria à minha vida. 

Todas as questões acima nos ajudam em nossa caminhada com Deus. Ele sempre nos sustentará e mesmo quando as coisas parecerem impossíveis de se resolver o Senhor com amor e misericórdia nos sustentará. Não devemos nunca desistir pois o Senhor é a nossa esperança.

 
Animacoes GRATUITAS para seu e-mail – do IncrediMail! Clique aqui!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A espiral do vôo da borboleta

O baile se bailava sozinho enquanto ela pensava. E pensava. Pensava lá e cá, feito uma adolescente que talvez jamais tenha sido, tentando decidir se iria ou não. E ele a convidou para dançar. Não era um príncipe. O que importava? Ergueu-se um pouco aflita, sem jeito em sua magreza, ainda naquela dúvida que lhe balançava a alma. Ora, é pouca coisa, só uma dança. E foi. Rodopiando sem graça em seu vestido lilás. Então se arriscou nas palavras: e disse palavras proibidas no ouvido de seu par. Disse assim bem depressa pra se envergonhar depois. E ele não se fez de rogado e apertou os quadris ossudos da dançarina indiscreta. Ele, homem. Ela, frágil. Corando como fazia tempo não sabia corar. E balançando o corpo num balanço tímido. Pensando com certa graça: velha também pode dançar. Ele de aliança no dedo. Casado. Mais proibido, mais vontade, e ela bem queria lembrar se ainda sabia mexer os quadris. Se ainda sabia fazer. Sabia. Ele queria se divertir e não se perdia em pudores. Prendia o corpo no dela, levou-a prum outro lugar. Ela sabia que aquilo era feio, muito feio, e por isso mesmo achava bonito de doer. Fosse ele mais atento teria notado no riso dela a melodia silenciosa de um vôo de borboleta, em espirais apressadas e coloridas, uma juventude fêmea. Sorte dela que ele não notou. Ou teria ele se apaixonado pelas espirais infinitas da juventude tardia e a convidaria para mais que um vôo. Ela, então, na pressa de aceitar o amor fácil, não teria tempo de aproveitar a tão recente solidão que lhe crescia e à qual, pouco a pouco, afeiçoava-se. Não saberia, então, a borboleta que era. Por isso foi tão feliz na dor da despedida. Sabia: nada mais que uma noite. O resto do tempo era dela. Inteiramente dela. “Velha, pois sim. De tanto tempo de vida, sou mais menina que antes.” E foi-se em espiral no vôo do riso livre. Borboleta.

por Carla Jaia

http://ebooksgratis.com.br/informacao-e-cultura/fragmentos-poeticos/fragmentos-poeticos-a-espiral-do-voo-da-borboleta/



um vídeo que não é sobre esse texto, mas tem algo a ver.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Noite

Fria madrugada, chuva cai lá fora,
Bate uma saudade, cadê você¿
Doce amigo, querido namorado.
Noite, peço que não seja tão cruel.
Razão ,pare de me lembrar que ele...
Ele não está mais aqui.
Saudades...
É só isso que posso sentir.
Lembranças...
É só isso que posso guardar.

Por
Julie
25.06.09 03h24 manhã

terça-feira, 12 de maio de 2009

Resposta ao Desabafo do coração

Data: Segunda-feira, 11 de Maio de 2009, 16:12
Escrito após a ida do meu anjo para o céu.

A ÚNICA FORMA DESTE AMOR ACABAR É A MORTE.
QUANTAS VEZES QUESTIONAVA DEUS
SOBRE COMO ESSE AMOR IA ACABAR
COMO FARIA PARA ME SEPARAR DO SER MAIS AMADO POR MIM
E DEUS APENAS ME DIZENDO QUE NÃO IAMOS FICAR JUNTOS
HOJE ENTENDO
MEU AMOR TERIA QUE VOLTAR PARA O CÉU
MEU ANJO
MEU AMIGO
MEU COMPANHEIRO
MEU AMOR
AGORA ENTENDO O PORQUÊ ESSE AMOR NAO PODERIA PASSAR
PORQUE EU TINHA QUE TE AMAR.
EU TE AMEI
EM SEGREDO, MAS AMEI
O AMOR NAO PRECISA SER EXIBIDO PARA TODOS VEREM
BASTA APENAS SENTI-LO
NEM TODO AMOR PODE SER VIVIDO
O NOSSO NAO FOI
E NUNCA MAIS SERA
MAS O QUE VIVEMOS VALEU
QUERIDO, MEU BEM
VALEU
SABE QUE HOJE EU ENCONTREI AQUELES
E-MAILS QUE VOCE ME MANDOU A DIAS ATRAS
DIZENDO QUE ME AMAVA
MAS VOCE SO ME APRONTAVA NÉ?
MEU LINDO
LOGO AQUELES E-MAILS
PENSEI QUE TINHA DELETADO TODOS
MAS NAO
ME PERDOE POR NAO TER DEIXADO VOCE
EXPRESSAR MAIS ESSE AMOR
EU PEDI PARA VOCE PARAR DE FALAR
E DE ME CHAMAR DE AMOR
PORQUE IAMOS SOFRER MAIS
AMAR E NAO PODER ESTAR LADO A LADO
POREM EU PREFIRIA SOFRER DAQUELE JEITO
MAS TER VOCE VIVO
MESMO QUE LONGE
MAS VIVO
MEU SOFRIMENTO HOJE ESTA MIL VEZES PIOR
NUNCA PODERIA IMAGINAR UM NEGOCIO DESSE
NUNCA ESQUECEREI VOCE
O SOM DA SUA VOZ...
AH, COMO ERA UM REMEDIO OUVI-LO...
NUNCA TE ESQUECEREI...
NUNCA...

domingo, 10 de maio de 2009

Desabafo do coração 2 de Abril de 2009




POESIA COMPOSTA DIA 2 de Abril de 2009, antes do meu amor ir embora.

É possível matar sentimento por meio de oração?
A quem devemos dar a chance de nos amar? e de nós amarmos?
Existe mesmo regras para o amor? regras que determinam se duas pessoas podem ou não ficar juntas?
Esse pode, esse não pode, esse é bom, esse não é...
Será que a maldade de satanás tem o poder de unir duas pessoas e depois faze-las se odiarem?
O amor não deveria ser sublime e mais forte do que todas as coisas e pessoas?
Como que se faz para esquecer alguém que nunca te feriu? E que aparentemente não te dá um motivo bom para você se afastar?
Será que realmente o coração tem o poder de nos dizer o que fazer, ou ele é sempre enganoso? Nesse caso, para que serve o coração?
Não sou boneca, sou humana. Sonho, sinto, choro, amo, perco, vivo, morro.
Deus posso te perguntar qual o propósito dessa escassez de amor? De romance? De coisas boas ? Eu sei que tu és Deus e que tens um plano
Formidável pra mim, mas poxa, to sofrendo.
Ou será que eu to fazendo drama, devo simplesmente deletar tudo isso e seguir minha vidinha solitária e sutilmente feliz?
Com a cara enfiada nos livros e vivendo no mundo da lua? Fingindo que isso é a coisa mais gostosa do mundo? Olha, até é, mas não todo o tempo.
Beijando, abraçando queridos animais, porque não posso fazer isso com seres humanos? Será que é assim que tenho que viver?
Viver torcendo e vibrando pela felicidade dos outros, enquanto eu vou ficando pra trás? E alguém torce por mim?
Gostaria de também me perder no olhar de alguém, esquecer do mundo num beijo, adormecer segura nos braços de alguém desejado, passear de mãos dadas, tomar um café, assistir a um filme, chegar em casa e dizer: nossa amor que dia! Mas que bom que Deus me deu você para me consolar e ajudar!
Não quero só ler, escrever e admirar poesia, mas sim vive-las.
Por que eu tenho que matar algo que é tão vivo dentro de mim? Por que o medo insiste em me atormentar?
Será que hoje tenho que romantizar tudo? Espiritualizar tudo? Esquecer tudo? Viver tudo?
Será tudo isso um plano diabólico para me levar a depressão e a solidão?
Ou será o estreito caminho do Senhor?
Quem poderá me responder isso? O tempo?
Porem o tempo, é ambíguo pra mim. O tempo longe pode me mostrar que o melhor foi realmente ter ficado longe e afogado meus sentimentos em lágrimas noturnas de dor. Ou como também pode me dizer que ficar junto foi a chave para a felicidade no amor, que foi a melhor escolha que poderia fazer e que Deus me surpreendeu ao me abrir essa porta, aparentemente fracassada. Você pode me entender? Alô? Alguém ai?...
***
Eu sei em quem tenho crido,
Também sei que é poderoso para fazerMais do que tudo que pedimos ou pensamosMais do que tudo que sonhamos
***
Voz da Verdade

Oh, o que eu faria para ter
O tipo de Fé necessária
Para sair desse barco que estou?

De encontro às ondas
Dar um passo para fora da minha zona segura
Para dentro do mundo desconhecido onde Jesus está
E Ele esta estendendo sua mão
Mas as ondas estão gritando meu nome e rindo de mim
Lembrando-me de todas as vezes
Que eu tentei antes e falhei
As ondas continuam contando-me
Repetidamente, "Menino, você nunca vencerá","Você nunca vencerá".
Mas a voz da verdade me conta uma diferente história
A Voz da Verdade diz: "Não tenha medo"
E a Voz da Verdade diz: "Isto é para minha Glória"
De todas as vozes que me falam
Eu escolherei obedecer e acreditar na Voz da Verdade
Oh, que eu farei para ter
O tipo de força necessária para sustentar-me
Diante de um gigante
Com apenas um estilingue e uma pedra
Cercado pelo som de mil soldados
Sacudindo suas armaduras
Desejando que eles tivessem a força para agüentar firme
Mas o gigante grita meu nome e ri de mim
Lembrando-me de todas as vezes
Que eu tentei antes e falhei
As ondas continuam contando-me
Repetidamente, "Menino, você nunca vencerá","Você nunca vencerá".
Mas a pedra era exatamente do tamanho certo
Para colocar o gigante do chão
E as ondas elas não parecem tão altas
Olhando de cima delas para baixo
Vou voar com asas de Águia
Quando eu parar e escutar o som da voz de Jesus
Chamando-me
Eu escolherei escutar e acreditar
Eu escolherei escutar e acreditar na Voz da Verdade
Julie F. de Pádua
http:\\juliediz.blogspot.com
Casting Crowns - Voice of Truth (Tradução)

sexta-feira, 27 de março de 2009

Narnia for Grown-Ups - EM BREVE TRADUZIDO

Narnia for Grown-Ups

Adults love Narnia for its complex portrayals of good and evil and its celebration of the sacred in everyday life.

BY: Devin Brown

A list of elements in "The Lion, the Witch and the Wardrobe" that appeal to younger readers isn't hard to come up with-it might include an exciting story, wonderfully memorable characters, and a number of helpful lessons about life in the real world. But the story has an equally devoted following among older readers.

What are some of the aspects of C.S. Lewis's masterpiece that appeal to adults? Here are three of them.

In Narnia, much as Tolkien did in Middle-earth, C.S. Lewis provides us with a complex understanding of good. For example, in the chapter where the children meet Aslan, the narrator suggests most people don't understand that something can be "good and terrible at the same time." While this may not fit some Christians' overly-sentimentalized image of God, it certainly describes Aslan, the Christ-figure in the story. And despite those who think good always means happy, he is also portrayed as good and sad at the same time. In spite of those who assume that good always means easy, Aslan is both good and demanding. In "The Lion, the Witch and the Wardrobe," and in all the Chronicles, following Aslan involves facing a good deal of hardship, real hardship, hardship which must be taken seriously.

Mr. Beaver tells the children, "He isn't safe, but he's good." By this he means that while Aslan does provide comfort and consolation, he will also be a source of prodding and punishment when this is what is needed. When Aslan comes to Narnia, he also comes into the lives of the four children, and his coming is a calling as well, a calling beyond what is comfortable and safe, beyond what they have known and are used to.

By the way, it should also be pointed out that if there are older readers who see God as only good but not terrible, there may be some who see God as only terrible and not good. Lewis's story provides an equally powerful antidote for this imbalance also.

Secondly, in "The Lion, the Witch and the Wardrobe" adult readers will also find a complex understanding of evil. We don't just see the actions of evil characters, we come to understand why they behave the way they do. Over and over we see illustrations of the claim that no man (or woman) does evil in their own eyes. Like Sauron, depicted by Tolkien as a great single eye, those who commit evil in Narnia have lost any capacity for self-criticism. Sensitive readers will wonder to what extent in their own lives, they, like Edmund, are guilty of blaming others for their own failings. And at the same time, also like Edmund, they may wonder if they are totally blind to this fact.

The great desire of Lewis's evil doers is dominance. As the poet W. H. Auden has noted, this kind of evil "is not satisfied if another creature does what it wants; he must be made to do it against his will." In Tolkien's words, evil has one central desire, and that is "to rule them all."

Besides avoiding simplistic portraits of good and evil, "The Lion, the Witch and the Wardrobe" has a third area of appeal to an older audience. Time and again Lewis provides examples of finding the sacred in the ordinary, re-enchanting a world that for some older readers may have lost the sense of transcendence it had when they were children. While "The Lion, the Witch and the Wardrobe" includes elaborate feasts and formal celebration, for most readers it is the commonplace meals and the everyday beauty that resonate most profoundly, stirring feelings which run deep. You could say that in Narnia we find an appreciation for the sacramental ordinary. And this is something which adults may have a greater need for than do children.

The Chronicles of Narnia, perhaps more so than any other set of books, are able to unite very different kinds of people who join in their enjoyment and appreciation of them-not just the young and the old, but also believers and non-believers, the literary and the non-academic, and even very different kinds of Christians. And this is a remarkable gift Lewis has, one which we need now more than ever.

http://www.beliefnet.com/Entertainment/Movies/Narnia/Narnia-For-Grown-Ups.aspx

_Related Features
  • Read Your Way Into Narnia
  • C.S. Lewis: The 'Reluctant Convert'
  • Complete Narnia Features
  • segunda-feira, 9 de março de 2009

    Felicidade clandestina - Clarice Lispector

    EU AMO ESSE CONTO, RETRATA MUITO BEM A MINHA RELAÇAO COM OS LIVROS.
    JULIE


    CONTOS SELECIONADOS.


    Felicidade clandestina - Clarice Lispector

    *** Felicidade clandestina Clarice Lispector Ela era gorda, baixa, sardenta e de cabelos excessivamente crespos, meio arruivados. Tinha um busto enorme, enquanto nós todas ainda éramos achatadas. Como se não bastasse, enchia os dois bolsos da blusa, por cima do busto, com balas. Mas possuía o que qualquer criança devoradora de histórias gostaria de ter: um pai dono de livraria. Pouco aproveitava. E nós menos ainda: até para aniversário, em vez de pelo menos um livrinho barato, ela nos entregava em mãos um cartão-postal da loja do pai. Ainda por cima era de paisagem do Recife mesmo, onde morávamos, com suas pontes mais do que vistas. Atrás escrevia com letra bordadíssima palavras como "data natalícia" e "saudade". Mas que talento tinha para a crueldade. Ela toda era pura vingança, chupando balas com barulho. Como essa menina devia nos odiar, nós que éramos imperdoavelmente bonitinhas, esguias, altinhas, de cabelos livres. Comigo exerceu com calma ferocidade o seu sadismo. Na minha ânsia de ler, eu nem notava as humilhações a que ela me submetia: continuava a implorar-lhe emprestados os livros que ela não lia. Até que veio para ela o magno dia de começar a exercer sobre mim uma tortura chinesa. Como casualmente, informou-me que possuía As Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato. Era um livro grosso, meu Deus, era um livro para se ficar vivendo com ele, comendo-o, dormindo-o. E completamente acima de minhas posses. Disse-me que eu passasse pela sua casa no dia seguinte e que ela o emprestaria. Até o dia seguinte eu me transformei na própria esperança da alegria: eu nao vivia, eu nadava devagar num mar suave, as ondas me levavam e me traziam. No dia seguinte fui à sua casa, literalmente correndo. Ela não morava num sobrado como eu, e sim numa casa. Não me mandou entrar. Olhando bem para meus olhos, disse-me que havia emprestado o livro a outra menina, e que eu voltasse no dia seguinte para buscá-lo. Boquiaberta, saí devagar, mas em breve a esperança de novo me tomava toda e eu recomeçava na rua a andar pulando, que era o meu modo estranho de andar pelas ruas de Recife. Dessa vez nem caí: guiava-me a promessa do livro, o dia seguinte viria, os dias seguintes seriam mais tarde a minha vida inteira, o amor pelo mundo me esperava, andei pulando pelas ruas como sempre e não caí nenhuma vez. Mas não ficou simplesmente nisso. O plano secreto da filha do dono de livraria era tranqüilo e diabólico. No dia seguinte lá estava eu à porta de sua casa, com um sorriso e o coração batendo. Para ouvir a resposta calma: o livro ainda não estava em seu poder, que eu voltasse no dia seguinte. Mal sabia eu como mais tarde, no decorrer da vida, o drama do "dia seguinte"com ela ia se repetir com meu coração batendo. E assim continuou. Quanto tempo? Não sei. Ela sabia que era tempo indefinido, enquanto o fel não escorresse todo de seu corpo grosso. Eu já começara a adivinhar que ela me escolhera para eu sofrer, às vezes adivinho. Mas, adivinhando mesmo, às vezes aceito: como se quem quer me fazer sofrer esteja precisando danadamente que eu sofra. Quanto tempo? Eu ia diariamente à sua casa, sem faltar um dia sequer. As vezes ela dizia: pois o livro esteve comigo ontem de tarde, mas você só veio de manhã, de modo que o emprestei a outra menina. E eu, que não era dada a olheiras, sentia as olheiras se cavando sob os meus olhos espantados. Até que um dia, quando eu estava à porta de sua casa, ouvindo humilde e silenciosa a sua recusa, apareceu sua mãe. Ela devia estar estranhando a aparição muda e diária daquela menina à porta de sua casa. Pediu explicações a nós duas. Houve uma confusão silenciosa, entrecortada de palavras pouco elucidativas. A senhora achava cada vez mais estranho o fato de não estar entendendo. Até que essa mãe boa entendeu. Voltou-se para a filha e com enorme surpresa exclamou: mas este livro nunca saiu daqui de casa e você nem quis ler! E o pior para essa mulher não era a descoberta do que acontecia. Devia ser a descoberta horrorizada da filha que tinha. Ela nos espiava em silêncio: a potência de perversidade de sua filha desconhecida e a menina loura em pé à porta, exausta, ao vento das ruas de Recife. Foi então que, finalmente se refazendo, disse firme e calma para a filha: você vai emprestar o livro agora mesmo. E para mim: "E você fica com o livro por quanto tempo quiser." Entendem? Valia mais do que me dar o livro: "pelo tempo que eu quisesse" é tudo o que uma pessoa, grande ou pequena, pode ter a ousadia de querer. Como contar o que se seguiu? Eu estava estonteada, e assim recebi o livro na mão. Acho que eu não disse nada. Peguei o livro. Não, não saí pulando como sempre. Saí andando bem devagar. Sei que segurava o livro grosso com as duas mãos, comprimindo-o contra o peito. Quanto tempo levei até chegar em casa, também pouco importa. Meu peito estava quente, meu coração pensativo. Chegando em casa, não comecei a ler. Fingia que não o tinha, só para depois ter o susto de o ter. Horas depois abri-o, li algumas linhas maravilhosas, fechei-o de novo, fui passear pela casa, adiei ainda mais indo comer pão com manteiga, fingi que não sabia onde guardara o livro, achava-o, abria-o por alguns instantes. Criava as mais falsas dificuldades para aquela coisa clandestina que era a felicidade. A felicidade sempre iria ser clandestina para mim. Parece que eu já pressentia. Como demorei! Eu vivia no ar... Havia orgulho e pudor em mim. Eu era uma rainha delicada. As vezes sentava-me na rede, balançando-me com o livro aberto no colo, sem tocá-lo, em êxtase puríssimo. Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com o seu amante. ***


    página anterior.

    Voltar para a página Principal.

    terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

    Dicas de blogs

    Gente estou postando aqui com autorização esse Post sobre blogs, eu achei super interessante. A fonte é: http://www.postdobem.com.br

    Dicas de blogs

    Caros Leitores,

    Como na semana passada falamos de LIVROS, falaremos hoje sobre alguns  BLOGS bem interessantes para consulta e navegação.

    São eles :

    http://www.gutierrez.pro.br : O Blog de Suzana Gutierrez, pesquisadora da UFRGS. Explica o significado dos blogs e termos relacionados e orienta sobre possibilidades e recursos para criação.

    http://miriamsalles.info/wp/ : O Blog de Miriam Salles sobre Informática Educacional e Meio Ambiente, recentemente vencedor do Best Blog Brasil, na categoria educação pelo voto popular

    http://nteitaperuna.blogspot.com/ : O Blog do Professor Robson Freire, recentemente vencedor do Best Blog Brasil, na categoria Corporativo, pelo voto popular.

    http://discursocitado.blogspot.com/ : O Blog de Lilian Starobinas com reflexões e ótimas referências na área de Educação, Tecnologia e EAD.

    http://blogdaclausia.blogspot.com/ : O Blog de Clausia M. A. Musinatti em que ela compartilha suas experiências e descobertas na rede. O blog apresenta dicas e curiosidades de informática para educadores.

    http://vamosblogarbr.blogspot.com/ : Blog colaborativo para que educadores publiquem suas descobertas e reflexões na área de educação e novas tecnologias.

    http://br.buscaeducacao.yahoo.com/mt/ : Blog do Programa Yahoo Busca Educação que sugere o uso de blogs como instrumento pedagógico.

    http://blogandocomciencia.blogspot.com/ : Este blog faz parte do projeto Blogando Com Ciência, da Secretaria de Estado do Paraná. É um espaço em que os alunos do ensino fundamental e médio publicam suas entrevistas, relatos de experiências e descobertas em geral.

    Visitem os BLOGS. Lá vocês encontrarão muitas dicas bacanas e fáceis de serem aplicadas e replicadas em seu dia a dia, além de uma infinidade de novos links e dicas para o uso e domínio das novas tecnologias.

    Boa Leitura a todos!!!

    Abs,

    Edgard

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

    Feira de Cachorro - Um dia mega especial

    Dia 31/01/09 eu fiz algo que me deixou feliz. Ajudei uma amiga que fiz pela internet em uma feira de cachorros. Quero agradecer a Fabíola que tive o prazer de conhecer pessoalmente no sabádo e também agradecer a Carla, Sandra e todas as meninas que passaram por lá. Foi um dia especial pra mim. Pude conhecer finalmente o Farofa! Cheguei bem na hora em que ele estava sendo adotado! Deu tempo de acarinhar ele, para mim foi especial demais, e graças a Fabi né? Que carinhosamente recolheu ele da rua, estava ferido, mas ela tratou dele e ficou lindo de viver! Também tive a honra de conhecer o Obama ! Calma! Não é exatamente o presidente dos EUA, e sim um totó lindo lindo, charmoso como o Obama de verdade. Não esqueço a Lindinha, a Leka, a Pati Fifi, o Schiva, a Cherry e sua irmã que se eu não estiver enganada é a Milayde, e o Tob que são os Totó que ainda não conseguiram um lar e não esquecerei a Dalila, o Farofa, o Marujo, o Cherife e a Lisa que foram adotados. Foi muito lindo mesmo ver eles indo embora com seus novos donos. Abaixo segue algumas fotos do pessoal lá. Foi um dia especial, voltar pra casa com cheiro de cachorro foi um experiência incrível !!!
     
    Segue aqui o endereço do Blog da Alinês (não sei se é assim que escreve o nome dela... rsrs) que eu também tive o prazer de conhecer, ela é protetora de animais também. E tem lá alguns bichinhos para doação, se alguém se interessar: http://amordebicho.nafoto.net

    Nessa foto tem a Pati Fifi de laço rosa, tem a Dalila que foi adotada,


    Farofa
    Farofa
    Obama



    Campanha 40 dias de jejum e oração 2009


    Ministério Propósitos - Treinamentos e Recursos
    Rua Euclides Miragaia, 438 - Centro - São José dos Campos/SP
    fone: (12) 3911-2228
    A campanha "40 dias de Jejum e Oração - Por um novo Brasil" tem o apoio do Ministério Propósitos.
    Para receber outras novidades da campanha clique aqui!

    sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

    Tomo posse de novo !

    Um pouco antes de sair para almoçar comecei a ficar inquieta a respeito da minha vaga no estado. E não é só isso, meu contrato de estágio vence domingo agora e para renovar eu preciso entregar um relatório de estágio na faculdade. O problema é que eu sou estagiária de letras trabalhando numa empresa de telecomunicações, mais específico na área de Engenharia, e eu não desenvolvo nenhuma atividade correspondente ao curso de letras, então eu teria de inventar um relatório, o que eu não quero porque não é certo. Desde Agosto/08 até hoje Jan./09 eu estou trabalhando sobre mentira, porque para fazer o contrato de estágio eu já havia mentido sobre as atividades. Eu mesma solicitei a minha empresa que fizesse a rescisão do contrato e me contratasse como estagiária, pedi isso porque eu precisava de dinheiro para acertar algumas parcelas da faculdade que estavam em aberto e se eu não pudesse pagar eu também não poderia fazer a rematricula. Entáo a empresa aceitou e fizemos o neg[ocio, desde entáo eu trabalho enganosamente, e fui me dar conta disso somente agora quando me pediram o relatório. Então eu disse a Deus que não vou fazer. Se eu não for chamada para trabalhar no estado, estarei sem emprego. Claro que existe a possibilidade de eu ser contrata por outra empresa e continuar aqui onde eu trabalho, mas eu não quero ser contratada de volta, ter aqueles descontos, e também porque eu só quero ficar aqui até dezembro/09 pois me formo, se eu for contrata, terei que pedir a conta e isso é prejuízo. Entra aqui também a questão da insatisfação, não tenho mais prazer no meu trabalho atual pois eu quero mesmo é me dedicar a carreira que eu escolhi, professora. E como já havia dito, na hora do almoço comecei a ficar inquieta, me bateu o medo de não conseguir ser chamada, porque de fato a chance, até onde eu sei, é pouca, e de por cima ficar sem emprego, porque tenho cheques pra cair, faculdade, curso de inglês, etc.. Fui almoçar orando, e disse: Pai, confio em ti. Eu sei que o Senhor usou uma pessoa para me dizer que eu iria passar por uma grande provação, Deus, peço que não seja o desemprego. Depois do almoço abri meu e-mail e comecei a ler o texto "o voo do besouro" e pela segunda vez hoje Deus me diz que nada é impossível. Então tomo posse novamente dessa palavra. Aconteça o que acontecer, para Deus nada é impossível. Mas continuo orando para que não seja o desemprego. Pai, estou confiando em ti.

    Roseli Lanes obrigada por compartilhar.

    Mariel M. Marra obrigada por escrever. 

    O VOO DO BESOURO

    No quintal de minha casa havia um grande pé-de-caquí, o qual por ser muito alto, conseguir comer seus frutos era uma tarefa quase impossível, pois caquí maduro quando cai de muito alto, ele se esborracha todo pelo chão, de sorte que quem fazia a festa com isso eram os besouros.

    Passei minha infância brincando com besouros, que pelo menos uma vez por ano, vinham me visitar. Eu gostava de observa-los andando, voando, comendo e se labuzando de caquí… pra mim que era uma criança de quase 6 anos, estes eram momentos de muito encanto e assombro com aquelas criaturinhas engraçadas que eu não sabia de onde vinham, nem para onde iam.

    Foi então que recentemente num destes domingos de sol tímido no céu, enquanto eu olhava pela janela do meu quarto e saudava o novo dia, sem querer fui invadido por aquelas lembranças do passado em que eu brincava com os besouros no quintal de casa. E foi aí que  a doce voz do Espírito Santo interrompeu o silêncio daquelas imagens nostálgicas e disse: -Observe o vôo do besouro.

    É maravilhoso quando Deus rasga o silêncio e resolve falar por meio da criação.  Semelhantemente aos discursos de Jesus sobre observar os lírios do campo e as aves do céu, quando Deus usa a própria criação para se comunicar conosco, espera-se que venha uma valiosa lição da parte de Deus.

    Desse modo, saindo logo da janela, entrei na internet e comecei uma breve pesquisa sobre o vôo do besouro.

    Descobri que o vôo do besouro é uma impossibilidade teórica que só funciona na prática. Existe um relato de que há muito tempo vários dos melhores cientistas e engenheiros aeronáuticos, recrutados dentre os mais brilhantes e expressivos em várias partes do mundo, reuniram-se para estudar o besouro. Estudaram com redobrado afinco esse curioso e desajeitado inseto, vindo a constatar que sua aerodinâmica era tremendamente errada; sua superfície exageradamente alta e portanto deficiente; além do seu peso muito bruto e excessivo.

    Após deliberarem sobre a sua potência de vôo também visivelmente fraca, pois suas asas eram pequenas demais e seu cérebro microscópico, incapaz de enfrentar as complexas tarefas do vôo, concluíram e provaram por A mais B,  após uma série de elaborados cálculos e gráficos, que tal aberração da natureza jamais poderia voar.

    Entretanto, mesmo com tantas evidências contrárias, a verdade é que os besouros também voam e desde muito pequeno eu já testemunhava esse milagre de Deus!

    Por isso, no momento que escrevo este texto, sinto que vale a pena te dizer, querido leitor(a) que já não importa se um dia deliberaram algo sobre você dizendo: "você é fraco", "você é insignificante", "você não pode", "você não consegue", "você nunca será nada", "seus sonhos são altos demais pra você".

    Meu irmão(ã) observe o vôo do besouro! Pra Deus não há impossíveis e mesmo que para muitos você seja uma impossibilidade teórica, apenas creia que você pode ser e fazer tudo aquilo que já te disseram ser  impossível!

    Eu não sei quais são as limitações que teoricamente te impedem hoje de prosseguir, mas creia que Deus pode fazer o impossível acontecer na sua vida e na frente de todos que um dia desacreditaram do seu potencial, você vai se levantar contrariando todas as evidências que lhe eram desfavoráveis, e testemunhará que os besouros também voam.

    Talvez suas evidências limitadoras sejam até físicas, mas em nome de Jesus Cristo de Nazaré, que você possa lavantar dessa cadeira de rodas agora! Desse leito! Que os ouvidos surdos se abram e que  em nome de Jesus haja cura completa de qualquer enfermidade que tem trazido limitações pra sua vida!

    Que você possa contrariar agora em nome de Jesus, todas as evidências que te dizem que você não pode e que você não vai conseguir. Que em nome de Jesus Cristo de Nazaré, mesmo diante de uma crise mundial e das inúmeras evidências de falência e desemprego que haja agora  oportunidades de trabalho em sua vida, as quais para muitos seja impossível acontecer.

    Portanto que haja aquilo que para muitos é impossível e que isso aconteça em sua vida em nome de Jesus, para que todos saibam desse milagre, pois apesar de tudo dizendo o contrário, os besouros também voam!

    Um forte abraço!
    Mariel M. Marra
    marielmarra@gmail.com
    Notas de rodapé:
    [1] Mariel Marra é atualmente bacharel em Teologia pelo Centro Universitário Izabela Hendrix de Belo Horizonte, membro da Igreja Batista da Lagoinha. Trabalha na internet  e outros meios de comunicação, contribuindo para uma reflexão salutar da Fé Cristã, chamando a todos ao equilíbrio e moderação em Cristo. Para convites e outras informações: marielmarra@gmail.com